nova-especie-de-lagarto.jpg.640x340_q85_crop Meio Ambiente 

Nova espécie de lagarto é descoberta no litoral brasileiro.

Por: Fundação Grupo Boticário. Foto: Tobias Kunz Réptil é endêmico de Santa Catarina e já está ameaçado de extinção. Uma nova espécie de lagarto foi descoberta no litoral catarinense, nas praias de Imbituba, a 90 km de Florianópolis. O Tropidurus imbituba, que foi descrito na revista científica Zootaxa, era confundido com outro lagarto, oTropidurus torquatus, espécie que tem ampla área de ocorrência no Brasil, do sul da Bahia até o Rio Grande do Sul. De acordo com o orientador da pesquisa de mestrado responsável pela descoberta e professor da Universidade Federal do…

Leia Mais
resíduos sólidos Ciência e Tecnologia 

Projeto de gaseificação de resíduos sólidos é premiado.

Foto: BRUNO HENRIQUE/CORREIO DO ESTADO Por: Assessoria de Imprensa da Poli   O engenheiro ambiental Luiz Henrique Targa Gonçalves Miranda, aluno do Programa de Educação Continuada (PECE) da Escola Politécnica (Poli) da USP, desenvolveu um projeto de pesquisa no qual propõe a tecnologia da gaseificação de resíduos sólidos para o município de Itanhaém, localizado no litoral sul de São Paulo. O projeto acaba de conquistar o primeiro lugar no concurso de monografias Eco_Lógicas, promovido pela Organização Latino-Americana de Energia (Olade). A Olade é entidade internacional, criada em 1973, e que reúne 27…

Leia Mais
09072015-cop21paris.jpg.640x340_q85_crop Aquecimento Global 

Áreas protegidas da Amazônia absorvem 11 vezes mais carbono.

Por: Fabíola Ortiz. A conferência “As mudanças climáticas e nosso futuro comum” foi promovida pela Unesco, em Paris, e antecede a COP21. De Paris – As áreas naturais protegidas e a conservação da biodiversidade podem ser importantes aliados do clima. Sozinhas, as Unidades de Conservação (UCs) da Amazônia são capazes de guardar 11 vezes mais carbono do que a parcela da floresta não protegida, afirma o italiano Alessandro Baccini, do Centro de Pesquisa Woods Hole. Baccini liderou a pesquisa “Carbono florestal na Amazônia: a contribuição não reconhecida dos territórios indígenas e…

Leia Mais
tartarugas-amazonas.jpg.640x340_q85_crop Meio Ambiente 

Caça de tartarugas no Amazonas pode colocar espécies em risco de extinção.

Por: Graziele Bezerra (Agência Brasil). Foto: Governo do Estado do Amazonas. Morador da região do Alto Juruá (AM) denuncia que a prática ilegal é comum na Amazônia. Na região do Alto Juruá, no Amazonas, a captura descontrolada de tartarugas pode comprometer o futuro da espécie. A denúncia é de um morador da região, Horizon Cavalcante. A pesquisadora do Instituto Mamirauá, Ana Júlia Lenz, diz que a captura de tartarugas no estado para o comércio ilegal é uma prática comum. Ela confirma o risco de extinção das espécies. O Ibama afirmou não…

Leia Mais
caça Meio Ambiente 

Nova corte internacional lutará por Justiça para animais.

Por: Valeria Perasso (BBC). A caça ilegal de animais selvagens alimenta um mercado bilionário em todo o mundo, dominado por organizações criminosas. Apesar de pequena, a cidade de Haia, na Holanda, está acostumada a lidar com assuntos importantes: ela abriga o Tribunal Internacional de Justiça, o Tribunal Internacional Criminal e outras cortes que analisam crimes e massacres em regiões tão longe dali quanto os Bálcãs, o Líbano e Ruanda. A partir desta semana, a cidade também terá um centro voltado para direitos dos animai: a Comissão de Justiça para a…

Leia Mais
queimada Aquecimento Global 

Queimadas em Áreas Protegidas do Cerrado aumentaram em 57,63%.

Por: WWF Brasil. Foto: Nigel Dickinson/WWF-Canon O aumento da seca contribui para que as queimadas – que muitas vezes são intencionais – se alastrem com mais rapidez, provocando grandes desastres. As queimadas e os incêndios são ameaças que cada vez mais pairam sobre as Unidades de Conservação (UC) do Cerrado. Segundo dados do INPE (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais), este número cresceu 57,63% no primeiro semestre de 2015 comparado ao mesmo período do ano anterior, o que representa o total de 4.423 focos de incêndios em UCs federais e estaduais da…

Leia Mais
poluição Meio Ambiente 

Material particulado veicular predomina no nível de poluição.

Por: Júlio Bernardes/ Agência USP de Notícias Foto: Jornal Hoje Na Região Metropolitana de São Paulo (RMSP), os mais de 7 milhões de veículos automotores são responsáveis por 63% do material particulado presente na poluição atmosférica. A conclusão é da pesquisa do Instituto de Física (IF) da USP, que analisou 400 amostras de material particulado coletadas em quatro pontos da RMSP, entre 2011 e 2013. O trabalho de mestrado do pesquisador Djacinto Aparecido Monteiro dos Santos Junior também aponta que a concentração atmosférica de material particulado é 35% maior durante…

Leia Mais
seca Meio Ambiente 

São Paulo vive sua maior crise hídrica dos últimos 84 anos.

Dos 43,6 milhões de habitantes do estado de São Paulo, 9,8 milhões, ou mais de 22%, recebem água do reservatório do Sistema Cantareira. Em maio, sua capacidade chegou a apenas um dígito pela primeira vez na história: 9,2%, segundo a Companhia de Saneamento Básico (Sabesp). Um ano antes, esse índice era de 60%. A taxa em constante declínio passou a ser acompanhada diariamente pela população, como em uma contagem regressiva. Chegando a zero, como será o abastecimento? O que houve para o estado mais rico do Brasil perder o controle…

Leia Mais
espaço Cultura 

Novo auditório na Reserva Natural Salto Morato, no litoral norte do Paraná, será um espaço para fomentar ações ligadas à conservação da natureza    O espaço tem capacidade de 40 pessoas e todos os recursos disponíveis nele permitirão a realização de seminários, aulas de campo e eventos diversos. Foto: Fundação Grupo Boticário   A Reserva Natural Salto Morato, localizada no município de Guaraqueçaba, a 163 quilômetros de Curitiba, ganhou umnovo espaço em suas instalações, que estimulará discussões sobre temas ligados ao meio ambiente e conservação da biodiversidade. O auditório Morato foi…

Leia Mais
maria do nordeste Destaques Meio Ambiente 

Por onde anda a maria-do-nordeste? Ave nativa do Nordeste brasileiro corre risco de extinção e precisa de ajuda da população para sobreviver

Maria-do-nordeste em fase adulta, por Natanael Feitosa, Universidade Federal do Ceará   Uma ave pequenina, amarela e parda, típica dos chamados ”brejos de altitude”, localizados no estado do Ceará, Pernambuco e Paraíba está em grande perigo. A maria-do-nordeste (Hemitriccus mirandae) praticamente desapareceu de seu habitat natural e os pesquisadores buscam agora descobrir seu paradeiro. Para isso, iniciaram o projeto de pesquisa intitulado “Por onde anda a maria-do-nordeste no estado do Ceará?”.   O estudo, da Associação Caatinga, da Universidade Federal do Ceará e Universidade do Estado do Rio de Janeiro, com oapoio da Fundação Grupo…

Leia Mais