artesanato-parakana-490x250.jpg.640x340_q85_crop Cultura 

Altamira realiza Feira Povos do Médio Xingu com troca de experiências, exposições, palestras e mostra fotográfica.

Texto e foto por Alexandra Freitas – Gerente de Campo Xingu – Estratégia Indígena

Nos dias 20 e 21 de junho foi realizada a primeira Feira dos Povos do Médio Xingu na Praça Matias, em Altamira/Pará. O evento, promovido pela Fundação Nacional do Índio (FUNAI) e pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), contou com o apoio da TNC por meio do Projeto Fortalecimento da Gestão Territorial e Ambiental de Terras Indígenas na Amazônia (financiado pelo Fundo Amazônia/BNDES); da Prefeitura de Altamira, além das Secretarias Municipais de Educação (SEMED), de Cultura (SECULT) e de Meio Ambiente e Turismo (SEMAT).

A Feira dos Povos do Médio Xingu reuniu cerca de 250 seringueiros, castanheiros, pescadores, coletores de óleos e sementes provenientes das Resex Rio Xingu, Iriri e Riozinho do Anfrízio; e indígenas pertencentes a três troncos linguísticos distintos: Tupi (povos Asuriní do Xingu, Araweté, Parakanã, Juruna, Xipaya e Kuruaya), Macro-Jê (povos Xikrin e Kararaô) e Karib (povo Arara). A programação contou com exposições de artesanatos e produtos provenientes da agricultura tradicional, mostra fotográfica, exposição de vídeos e rodas de conversa.

O objetivo do evento foi mostrar a riqueza e diversidade sociocultural da região, proporcionando espaços para a troca de experiências e intercâmbio entre as comunidades, aproximando-as dos moradores de Altamira e de municípios vizinhos. O principal resultado foi o fortalecimento das relações entre os Povos do Médio Xingu e a valorização da cultura local.

Posts Relacionados

Deixe um Comentário