australia-corais.jpg.640x340_q85_crop Meio Ambiente 

Austrália defende plano para proteger Grande Barreira de Corais.

Por: G1. Foto: Sarah Lai / AFP

País quer evitar que a Unesco catalogue ecossistema como patrimônio em risco. Maior recife de corais do planeta está em lista de patrimônios mundiais.

A Austrália defendeu nesta sexta-feira (29) seu plano para proteger a Grande Barreira de Corais, o arrecife mais extenso do mundo, com o objetivo de evitar que a Unesco catalogue este ecossistema como patrimônio natural em risco.

Em 2013, a Unesco expressou sua inquietação sobre as crescentes ameaças enfrentadas pela Grande Barreira, um local onde habitam muitas espécies marinhas e que desde 1981 está inscrito como patrimônio da humanidade.

O organismo da ONU ameaçou colocá-la na lista de patrimônio natural em perigo, mas deu a Canberra tempo para apresentar um relatório sobre como irá proteger o lugar.

“Eles podem constatar que fizemos um trabalho sério” para conservar o arrecife, disse o ministro de Meio Ambiente, Greg Hunt, à rede local ABC.

A Grande Barreira de Corais, uma extensão de 345.000 km2, é composta por cerca de 3.000 arrecifes e mil ilhas tropicais.

“Nós apresentamos nosso plano à Unesco e eles nos disseram que o que a Austrália fez nos últimos 18 meses é extraordinário”, afirmou o funcionário.

Nas próximas 18 horas, o organismo da ONU planeja apresentar uma lista de recomendações para que a Austrália as implemente, como um passo prévio antes de tomar a decisão de colocar este ecossistema na lista de patrimônio natural em perigo.

Para Hunt, o plano do governo representa uma mudança histórica, que assegura que em 100 anos a grande Barreira não apenas seja preservada, mas que esteja em melhores condições que antes do início da colonização europeia.

Posts Relacionados

Deixe um Comentário