diversidade3 Cultura Destaques Educação 

Dow organiza 1º Fórum de Diversidade e Inclusão em Aratu (BA)

POR – IN PRESS

DIVERSIDADE

  

  • Evento gratuito e aberto ao público acontece nos dias 25 e 26 de outubro e terá como painelista o ator Silvero Pereira, que vive a travesti Elis Miranda na novela “A força do querer”, da Rede Globo;

 

  • Representantes do Ministério Público, da Semur (Secretaria Municipal de Reparação) e da Aesos (Associação Educacional Sons e Silêncio) também participarão de painéis;  

 A Dow, empresa do setor químico que tem entre seus valores fundamentais o respeito às pessoas e a integridade, acredita que a busca pelos direitos humanos, pela cidadania e pela liberdade de pensamento deve pautar as relações dentro e fora da empresa. Para fomentar essa atitude a empresa realiza o 1º Fórum de Diversidade e Inclusão, entre os dias 25 e 26 de outubro em sua unidade de Aratu, na Bahia.

O objetivo do evento é promover debates sobre um ambiente de trabalho livre de quaisquer discriminações. Com a apresentação de casos de sucesso e painéis com experiências práticas, o fórum irá abordar como a Dow e outras empresas, entidades e órgãos governamentais têm direcionado esforços conjuntos para que os diálogos sobre diversidade e, sobretudo, inclusão ganhem força e para, cada vez mais, fomentar a diversidade.

No primeiro dia (25), o evento será aberto com a “Oficina: Diversidade Étnico-Racial e as Relações Sociais”, que será liderada por Leomar Borges e Jaqueline Sobral, ambos da SEMUR (Secretaria Municipal de Reparação). Na sequência, João Torres, líder de GLAD, a rede LGBT+ da Dow, vai palestrar sobre “Lidando com Vieses Inconscientes na Dow”.

“Mais do que uma questão de respeito às diferentes raças, credos, gêneros ou orientação sexual, a diversidade e a inclusão dizem respeito à liberdade de opinião e de pensamento. Apesar dos avanços conquistados nos últimos anos em prol da garantia dos direitos humanos, ainda há um longo caminho rumo à equidade, o que evidencia a necessidade das nossas redes internas e de grupos externos que dão visibilidade ao tema”, explica Diego Arango, gerente-geral e líder da Unidade da Dow em Aratu.

inclusao

Na manhã do dia 26, Arango vai abrir o evento e anunciar o painel Diversidade na Dow, que será apresentado por João Torres. Ele vai mostrar como funcionam as redes internas de diversidade da Dow, formadas por funcionários voluntários que se reúnem para discutir temas relacionados à diversidade e à promoção da cidadania e dos direitos humanos. Essas redes são compostas por pessoas genuinamente comprometidas com essas causas, incluindo membros das áreas comunicação e RH, além da liderança da empresa. O Brasil possui quatro redes de diversidade: GLAD – a rede LGBT+; WIN – para o empoderamento feminino; DEN – focada em pessoas com deficiências; e AAN – voltada para a inclusão de negros na companhia.

Durante a manhã, Iole Macedo Vanin, coordenadora de Ações Afirmativas, Educação e Diversidade da PROAE/UFBA, vai falar sobre “Estudos de Gênero e Feminismo”, e Erica Capinan, coordenadora de Educação para Diversidade da Secretaria da Educação, vai conversar com o público sobre “Gênero e Mundo do Trabalho: Novos Rumos e Velhos Desafios”. Márcia Lemos, da AESOS (Associação Educacional Sons e Silêncio), também tratará sobre “Pessoas com Deficiência (PcD) e o Mercado de Trabalho”, e Lívia Santana, promotora de Justiça e coordenadora dos grupos de Atuação Especial em Defesa da Mulher e da População LGBT (Gedem) e de Proteção dos Direitos Humanos e Combate à Discriminação (GEDHDIS), do Ministério Público, terá um painel sobre “Racismo Institucional no Brasil”.

Após o almoço, a plateia terá oportunidade de conhecer o ator Silvero Pereira, que vive o motorista Nonato e a travesti Elis Miranda na novela “A Força do Querer”, da Rede Globo. Ele conta que a personagem Elis não existia no início da trama, mas foi criada depois que a autora da novela, Glória Perez, assistiu ao seu espetáculo BR-Trans, um manifesto sobre o respeito a transgêneros. Em seu painel, o ator vai contar como usa seus personagens para estabelecer um diálogo direto com o público e como acha gratificante ouvir cada vez mais pessoas discutindo a transexualidade.

Para finalizar o evento, haverá uma mesa redonda, mediada por Pedro Lino, do Ministério Público. Além de Silvero Pereira e João Torres, que retornarão ao palco, representantes de diversas empresas e órgãos vão contar como a sua corporação trata a questão da diversidade. Participam aqui: Bruna Brito, Líder do Comitê de Mulheres da Monsanto, Linda Bezerra, editora-chefe do jornal Correio da Bahia, e Christiane de Souza, da COELBA (Companhia de Eletricidade do Estado da Bahia).

diversidade2

Posts Relacionados

Deixe um Comentário