randomica1.jpg

Banner

BRADESCO CAPITALIZAÇÃO mantém o “PÉ QUENTE”

BRADESCO CAPITALIZAÇÃO mantém o “PÉ QUENTE”

Imprimir E-mail
Seção: Editorias - Categoria: Sustentabilidade
Escrito por Redação Sex, 24 de Julho de 2009 02:04

Ele reverte parte do valor arrecadado para programas e projetos de conservação ambiental e desenvolvimento sustentável da Fundação.Até dezembro do ano passado, foram comercializados mais de 330 mil títulos.

VIA DE DUAS MÃOS

A aceitação desse tipo de produto, que é vinculado à ações socioambientais, demonstra os benefícios de uma nova postura empresarial, que passa a caminhar por uma via de duas mãos: ao investir parte de seus resultados na preservação do meio ambiente, na promoção do acesso à educação ou na difusão de conhecimento para prevenção de doenças e, dessa forma contribuir efetivamente para a qualidade de vida do brasileiro, o Bradesco abriu portas para novos negócios e ampliou sua linha de produtos, que por sua vez, geraram novas ações sociais e ambientais. Desta forma está instaurado um ciclo no qual toda a sociedade ganha, como preconiza os conceitos de sustentabilidade.

Labes explica que há uma ampla gama de produtos nessa linha, como o “Pé Quente Bradesco SOS Mata Atlântica”, fruto de parceria com a Fundação SOS Mata Atlântica; o “Pé Quente Bradesco Instituto Ayrton Senna”, em parceria com o Instituto Ayrton Senna; e o “Pé Quente Bradesco O Câncer de Mama no Alvo da Moda”, lançado juntamente com o Instituto Brasileiro de Controle do Câncer (IBCC) e que destina recursos para o desenvolvimento de projetos de prevenção, diagnóstico precoce e tratamento do câncer. Todos eles já estão no mercado há alguns nos e com excelente aceitação. O Bradesco conseguiu dessa forma, com criatividade, vincular estreitamente ao seu negócio - produtos financeiros -, práticas de responsabilidade social. “Além disso, continuaremos a nossa tarefa de difundir no mercado os benefícios de se comprar um título de capitalização como forma de economizar dinheiro com direito a prêmios regulares” – disse Labes.

CONTINUIDADE

Para o ano de 2009, a Bradesco Capitalização dará seqüência aos programas já conduzidos nos últimos anos até porque têm tido boa aprovação pelo consumidor brasileiro e ainda atendem aos princípios do Bradesco de desenvolver produtos que contribuam para a sustentabilidade. “O sucesso da linha Pé Quente demonstra que a empresa está no caminho certo. E, além disso, revelam o interesse e a disposição do brasileiro em contribuir para projetos sérios de caráter ambiental e social, fortemente comprometidos com o desenvolvimento do país” – afirmou o diretor.

RESULTADOS EXPRESSIVOS

Em parceria com a Fundação SOS Mata Atlântica foi inaugurada, em 12 de fevereiro do ano passado, na cidade de Piracicaba (SP), um viveiro comunitário com capacidade de produção de 250 mil mudas de árvores nativas de mais de 80 espécies diferentes. Elas estão sendo plantadas em propriedades da região com foco em áreas prioritárias para a restauração da Mata Atlântica. As árvores que serão plantadas no local vão permitir a neutralização completa da emissão de CO² (gás carbônico), resultante do trabalho realizado pelos mais de 82 mil colaboradores da Organização Bradesco.

O ano passado foi um ano especial para a Bradesco Capitalização. Até dezembro, o “Pé Quente Bradesco SOS Mata Atlântica” comercializou mais de 2,6 milhões de títulos, viabilizando recursos para o plantio de 20 milhões de árvores nativas na Mata Atlântica. Já o “Pé Quente Bradesco Instituto Ayrton Senna” comercializou mais de 1,5 milhão de títulos de capitalização, destinando parte desses recursos para a criação de oportunidades a crianças e jovens dentro e fora da escola. “Esses números nos deixam otimistas de que 2009 será um ano de grandes realizações para a Bradesco Capitalização” – concluiu Labes.

 
Banner